Chega de relacionamentos que secam o gelo!

   
 Já esteve em um relacionamento que nem apenas um título tem? Não é namoro, não é amizade, não é nada!
    É um alguém que você conhece, e sempre que o procura não parece ter interesse algum em você, mas quando o esquece , simplesmente ele  emerge do além, brota do chão na sua frente, te envia um whatssap com uma carinha sorrindo e dizendo ‘Bom dia linda’ e por incrível que pareça embora você saiba que ele é uma total e completa perda de tempo se deixa levar por um pensamento retardado que diz ‘Não seja mal educada, apenas responda com um: ‘Bom dia’, não é nada demais, é apenas educação.
     Na próxima vez que esse pensamento surgir na sua cabeça: ‘DELETA' da sua mente, isso será bem melhor.
      Essa conversa não será diferente das demais que vocês dois já tiveram, ele está em um período de carência e após você doar ao sem caráter um pouco de sua atenção ele te colocará na geladeira novamente, chega de secar o gelo amiga!
      Quando um cara parece não te dar a mínima, acredite ele não te da a mínima mesmo! ‘Ah Cris o que você está tá escrevendo é tão clichê, tão anos 2000’.
   E realmente é querida, mas infelizmente embora hoje todas nós ficamos tão modernosas com nossos Iphones, nossas selfies e tudo mais, continuamos caindo nos mesmos papos idiotas da década de 90. O único detalhe é que agora ao invés de levarmos um chá de cadeira esperando o bonitinho ligar, perdemos nosso tempo tempo enviando mensagens no FACE, conferindo se ele deu um ‘curti’ na nossa selfie no INSTA ou se ele curtiu aquela frase super cabeça que copiamos do google daquele pensador que nem sabemos o nome, e ele amiga? Ele nada!
    E ainda tem a super tecnologia do WHATS que não nos deixa nem fingir que não sabemos que estamos sendo ignoradas com aquele sistema vergonhoso de ‘Eu li sua mensagem mas não quero responder’ para seu bem amiga, repetirei 300 mil vezes e o universo também repetirá 300 mil vezes para você, SE ELE PARECER QUE NÃO ESTÁ INTERESSADO EM VOCÊ É PORQUE ELE REALMENTE NÃO ESTÁ INTERESSADO. 
   Já existem milhões de livros de autoajuda, séries de mulheres inteligentes e bem resolvidas, comédias românticas parcialmente realistas para te dizer o óbvio, quando o homem quer um relacionamento sério contigo, ele não vai ficar enrolando para te dizer, e não vai querer correr o risco de que você conheça outra pessoa.
     Pensei então em uma lista bem simples e sugestiva para você ficar bem antenada e saber qual é a desse cara, eu sei que quando estamos interessadas em alguém parece que desligamos aquele botãozinho da 'noção' então saindo uma listinha de noção pra você:

Se ele diz que vai te ligar e não liga?
Ele não está afim de você
Se  nunca te chama para conversar nas redes sociais ?
Ele não  está em um pouco interessado
Se  elogia suas amigas para você
Ele é um babaca e também não está afim de você
Se sempre está ocupado para sair contigo
Ocupe-se também com outra companhia bem mais agradável pois ele não
está afim de você!
Se precisa implorar para ele te mandar um "oi "no whatssap
Definitivamente não te merece! E não está afim de você!

     Bom, poderíamos ficar aqui uma vida falando das mil coisas que indicam que ele não está afim de você mas acredito que o caminho mais curto é prestar atenção nos sinais que o moço dá. Basta você pensar naquele namorado da sua amiga que no início do namoro fazia umas coisas super-fofas para ela, agora compare com o rapaz que você está interessada... É muito diferente? Algumas coisas são padrão amiga, nem todo cara manda um boque de rosas para garota em que está afim, mas sem dúvida um "oi", no whats todos mandam né!

     Por fim, o jeito é mandar essa "pessoinha" secar o gelo em outra freguesia, afinal o frio está mais propício para você encontrar o seu cobertor de orelhas e corra talvez você já esteja atrasada!

Notinha especial pra você: Mulher, menina, moça não importa a sua idade querida entenda que você tem um valor inestimável e merece alguém que corresponda ao seu valor, não aceite menos que isso querida. Um grande beijo em seu coração e boa sorte em toda sua vida!!!

DELICIOSA SURPRESA DA BIO EXTRATUS

   
 É tão gostoso quando um produto te surpreende positivamente como a FORÇA Máscara de Cani Pimenta da Bio Extratus me surpreendeu. Quem faz a cirurgia bariátrica lida com algo muito desagradável principalmente para as mulheres, é a queda de cabelos e enfraquecimento dos fios. Isso se da basicamente devido a perda gigante de vitaminas do corpo, comigo não foi diferente e eu realmente já esperava por isso desde o início, confesso que no último sábado estava verdadeiramente abalada, chateada e me sentindo descuidada embora á poucos dias tenha feito uma hidratação meus fios ainda assim não reagiram. Tive a ideia de experimentar a FORÇA Máscara Cani Pimenta da Bio Extratus logo pela manhã no domingo.




     Como usei: Lavei as madeixas com shampoo e condicionador da minha preferência, depois passei o produto mecha por mecha como está descrito na embalagem, coloquei minha touca de bolinhas ideal para hidratação, deixei agir por dez minutos como o recomendado, lavei, sequei e fiz uma chapinha de maneira simples e tranquila.
     A sensação final foi um UP e tanto para minha autoestima pareci ter saído do salão naquele momento, fiquei deliciosamente surpresa com o resultado do produto, realmente a excelência é um dos ingredientes desta marca.

Promessas do produto:
DEVOLVER A VITALIDADE DOS FIOS: 
HIDRATAR E RECONSTRUIR: 
BRILHO EXTREMO: 
CRESCIMENTO: Continuarei utilizando o produto para experimentar sua eficácia também com relação ao crescimento.


     Nota da blogueira: Poucos produtos me surpreenderam tanto até hoje como esse da Bio Extratus, não precisa acreditar em mim, experimente! 

Disciplina


     
Conhece alguém com síndrome de Hard que vive a dizer: ‘Oh vida, oh azar!’
     Esses dias fiquei pensando em algumas coisas da minha vida que vinham dando errado, e fiz um ‘mapa’ para descobrir qual era o problema , me deparei com essa pequena palavra de amplo significado DISCIPLINA, e em cima dela pesquisei, me interessei, destrinchei até chegar no artigo que aqui apresento.
     Já disse aqui que não devemos achar que grandes vitórias veem de grandes momentos, de grandes decisões na verdade decidimos nossas vitórias e derrotas nas pequenas decisões do dia a dia, o relógio desperta e você põe na soneca de 5 minutos aí acorda completamente descabelada 15 minutos depois, coloca uma roupa qualquer completamente desorientada porque na noite anterior não teve o cuidado de separar a roupa do dia seguinte para o trabalho, então vai com ela toda amarrotada mesmo, acreditando que ninguém irá notar.
     Mas talvez, por puro “azar” perdeu o ônibus que a impediria de chegar atrasada, o motorista não fez a gentileza de parar para você, mesmo vendo que você estava claramente desesperada para pegar aquele ônibus, sujeitinho cruel!
     E enquanto espera mais 30 minutos pelo próximo ônibus repassa mentalmente os milhões de motivos para odiar o lugar onde mora aonde os ônibus estão sempre demorando uma eternidade para passar, quando finalmente está dentro do bendito do ônibus fica abismada com a quantidade de tempo que a mãe com o bebê no colo leva para escolher um lugar para se sentar, revira os olhos pra se controlar e não mandá-la sentar logo em qualquer lugar, horas você já está tão atrasada!
     E quando chega ao destino final tem o azar de ser o dia daquela reunião importante, poxa você esqueceu, novamente que “azar!”
- ‘Oh Deus porque o mundo está contra mim!’.
     Após a reunião encontra aquela colega de trabalho inconveniente no banheiro que ironicamente te pergunta na frente da sua chefe se você dormiu na gaveta essa noite. É, realmente isso não poderia ser pior, fato, depois disso uma nuvem negra se instala sobre sua cabeça e você vira uma espécie de imã gigante que atraí tudo que é ruim por onde passa, oh “azar!” SÓ QUE NÃO!
     Na verdade esse furacão de problemas ao passar foi devastando tudo, não por culpa do dia que parece ter começado ruim, mas sim por falta de organização e disciplina.
     Eu imagino Deus olhando de seu divino trono para essa cidadã e pensando ‘Ah minha filha com essa sua falta de disciplina fica difícil! Ou então Ele dizendo: ‘Me ajude a te ajudar!’
     Não existe pó pirilim pim pim amiga, quer resultados vitoriosos?
    Organize-se,levante no horário, antecipe suas tarefas, limpe sua casa, seja prevenida, resolva os pequenos problemas que aparecem antes que eles evoluam, limpe seu carro por favor!
     Acima de qualquer coisa pare de colocar a culpa do sucesso ou do fracasso na sorte ou no azar, seja responsável por tudo o que você cativa. Tudo isso parece simplório e realmente é, mas pôr em prática exige bem mais de você do que você poderia imaginar, mas acredite com persistência você verá que os resultados são incríveis.
     Não adianta repreender o mal, tomar banho de sal grosso, entre outras coisas mais, nada disso! “arregace as mangas “, e enfrente os problemas de frente.

     Mesmo que você amanheça com uma perspectiva que o dia não iniciou bem, respire fundo, e o encare com ânimo e faça dele um bom dia, afinal percalços todos temos , basta sabermos qual a melhor forma de lidar com cada um deles.

QUILOS MORTAIS


Embora muitos ainda tenham uma visão distorcida sobre a obesidade, ela já é considerada um dos maiores problemas de saúde pública do mundo. A projeção é que em 2.025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso e mais de 700 milhões, obesos, é o que diz o site (www.abeso.org.br). Assustador não?
Baseado em projeções como essa foi criado nos EUA um reality show que carrega o nome deste artigo, nele obesos extremos tentam por meio da gastroplastia recuperar a vida que a falta de limites os roubou, Dr. Nowzaradan é o mocinho da história que ás vezes tem que fazer o papel de vilão para tirar nossos protagonistas do comodismo e fazê-los enxergar a urgência de fazer algo, o que é gritante aos olhos de todos.


Fã da série como eu e milhares Leonardo mora em Florianópolis, Santa Catarina em uma ilha cercado de 42 praias! Aí gente estou me vendo lá nesse momento curtindo um solzinho deitada na areia e com ás águas batendo nos meus pés! Aí delícia!!! ;) Bom mas de volta para realidade de Sampa que me faz estar de blusa e toquinha de frio enquanto meus dedos congelam no teclado, é a vida!
Nosso convidado tem 31 anos 1,95 de altura e 176kg, nosso bate papo se iniciou por volta de 21hs e terminou a 1h da manhã! E aqui vai para vocês o compilado dos melhores momentos de um bate papo de estranhos que se tornaram amigos ao fim da entrevista. 
Léo sempre foi acima do peso considerado ideal para ele, embora tenha dois irmãos (gêmeos) que não tem problema algum com sobrepeso e fazem até dieta para engordar (mundo cruel) e nem histórico familiar de obesidade. Por volta dos anos 2.000, ele considera que foi o "bum" do sobrepeso em sua vida, o mesmo começou a trabalhar e não se importava tanto com o peso, embora tenha até feito algumas dietas e emagrecido por um curto período de tempo, entre tanto, o efeito sanfona que todo bom gordinho conhece ainda o acompanhava o impedindo de ter estabilidade. 
Quando perguntei ao Catarinense o que mais o incomodava, ele descreveu que hoje em dia são dores nas costas que o impedem de fazer coisas simples como, ficar em pé por muito tempo ou a impossibilidade de subir em um telhado quando necessário para pegar algo, chegando a hoje em dia morrer de dor nas costas, na região da lombar, ele diz: “Se eu ando muito sinto dor, tudo decorrente do peso. Não sou limitado vamos dizer assim né, faço tudo sozinho, vou e volto, a única coisa que me limita mesmo é a dor na região lombar por causa do peso da barriga.”
Contudo, ao longo de nossa conversa ele revelou o quanto era dificultoso para ele fazer coisas simples como passear com os amigos na praia, a areia fofa que pra muita gente é uma sensação deliciosa para ele é mais como algo que o puxa para baixo dificultando o andar entre uma passada e outra, como areia movediça dos filmes de aventura só que sem toda a emoção do filme apenas com a dificuldade mesmo.
Léo deixa transparecer durante nosso bate-papo o quanto ás mudanças no seu humor o incomodam ao sentir dor, ele diz: “Ser humano algum consegue se manter alegre” e para ele não é diferente, ele até topa umas saídas com amigos para shows, porém ficar em pé durante todo o evento é um tormento para nosso guerreiro devido as dores nas costas.
Ao falar de si mesmo ele se descreve como alguém muito ansioso o que é algo comum entre nós obesos e ex-obesos. Normalmente comemos ás emoções e isso agrava nosso relacionamento com a comida, após o falecimento do pai quando ele tinha apenas 10 anos o quadro se tornou pior na visão do Catarinense. Perguntei ao Léo se de alguma maneira sua mãe ou alguém da família o cobrava por uma mudança de atitude e ele foi enfático em dizer que não, que apenas recebe conselhos amorosos de sua mãe que se preocupa com sua saúde.
Programa Quilos Mortais: Ele conheceu o programa há 3 anos atrás na TV fechada, sempre foi amante de programas instrutivos sobre obesidade, algo que eu compartilho, algumas pessoas acham que quando se tem um problema devemos escondê-lo em baixo do tapete ou fingir que ele não existe, o Léo é dos meus que acha que quando se tem um problema você deve tratá-lo como se fosse o seu melhor amigo, saber de onde veio, para onde vai, saber suas fraquezas, seus pontos fortes, conhecê-lo, estudá-lo e olha-lo bem nos olhos, não se pode derrotar um inimigo sem saber contra o que você está lutando. Baseado nisso nasceu a vontade de postar o conteúdo para pessoas que não tinham acesso a TV paga com intuito de trazer a oportunidade de reagir após obter mais conhecimento sobre o problema que é quase uma pandemia, pessoas como eu e você poderiam e podem usar aqueles vídeos de alerta para o que se acontece quando você chega ao extremo, quando você leva seu corpo ao limite máximo de sua capacidade.
Durante nossa conversa eu e Léo entramos em um consenso e este foi o seguinte: COMO O CORPO HUMANO É UMA MÁQUINA ÍNCRIVEL!
Não importa se você acredita no criacionismo ou no evolucionismo o que importa e o que é inegável e relevante aqui é o quanto nosso corpo é sensacional, o meu entender a respeito do corpo humano é de maneira bem grosseira mesmo, não sou médica nem cientista o que sei é o que você sabe, talvez saiba um pouco mais por ser tão fascinada por estudos sobre obesidade mas mesmo assim é bem básico e para mim é tão devastador ver pessoas fazendo tão pouco do que poderiam fazer com a capacidade que seu corpo tem.
Certa vez, assisti um filme que tinha como lema “SEM DOR, SEM GANHO” e nele o protagonista falava algo parecido com isso, "você é o que decidir ser", mas a verdade seja dita seu corpo não é tão diferente assim do corpo de um atleta. Em geral ele só não está sendo bem preparado ou bem tratado, se você  tem sobrepeso ou se você está abaixo do peso considerado normal para você.
Apesar das boas intenções nosso amigo Leonardo teve seus vídeos vetados no YouTube, devido a irregularidades com direitos autorais, e por este motivo migrou para o Facebook que é mais permissivo com o material postado. Hoje o Leonardo tem mais de 3.200 curtidas e elas vem aumentando a cada dia na sua page, além disso ele recebe centenas de comentários diários, de leitores bem exigentes.
Quando falamos dos episódios já assistidos o Léo disse: “Se existe o fundo do poço, seria este. Depender de uma pessoa para tudo, virando criança novamente”. O que vemos no QUILOS MORTAIS são pessoas limitadas, a maioria presa na cama, sendo cuidadas por seus entes queridos, alimentadas, banhadas, trocadas. É deprimente e ao mesmo tempo a palavra que o Léo adora usar um ALERTA, um alerta a todos nós que achamos que isso nunca vai acontecer conosco mas esquecemos que ás pessoas não acordaram assim elas ficaram assim, colherada por colherada, algumas com problemas emocionais, outras com traumas de infância e todas com uma coisa em comum a DEPENDÊNCIA. Sem privacidade, sem liberdade, pessoas incríveis mas presas em seu próprio corpo. 
Quando falamos do programa não podemos deixar de falar no Dr. Now e verdade seja dita, operar pacientes com mais de 200kg é algo extremamente arriscado, são pessoas que levaram seus corpos ao extremo e ás vezes o fio que os segura desse lado da vida é muito fino e puxá-lo é um risco enorme. O Dr. Nowzaradan é o Chapolin Colorado dos americanos obesos, o Super-man dos super obesos e batalha para tirar esses homens e mulheres da linha de tiro ás vezes significa lutar contra o próprio paciente. Não é raro ver os pacientes discutindo para com o Dr. Now achando que ele está exigindo demais de sua capacidade, um desses casos é realmente de matar nosso querido Léo, que descreve com perfeição ao dizer “Da vontade de socar!” e “acorda mulher!” e quem causa essa reação na gente é a história de Marla que se passa na 3° temporada do programa.
A paciente chega muito perto da morte e mesmo após a bariátrica se recusa a andar, como uma criança birrenta, tira qualquer telespectador do sério. O oposto também é verdadeiro e para nos encantar temos Gideon, lutar contra a obesidade nunca será fácil mas existem histórias como a desse guerreiro que comovem, impressionam e dão esperança. O Léo citou essa história como sendo a que mais se identificou e a que mais o comoveu. Gideon eliminou 100kg em um ano, e isso exige muito esforço e superação como Léo disse “Para entender a cabeça de um obeso, só tu sendo obeso”. Vemos Gideon lutando contra o próprio corpo que estava querendo desistir, mas ele lutou e venceu, e assim que se colocou de pé ele resolveu que trabalharia com menores infratores para ajudar ao próximo, palmas para esse cara ele é fantástico.
      Há alguns dias ao entrar na page do Léo lá tinha uma foto bem animada dele com uma galera fantasiada de heróis, seria uma foto comum mas um comentário triste de uma leitora do Léo me chamou a atenção. Ela descrevia um acontecimento constrangedor que ocorreu na faculdade dela, e comentava como pessoas com sobrepeso são julgadas pela maneira que se vestem e coisas desse tipo que todos nós conhecemos muito bem, bom então percebi que na verdade nosso amigo Léo teve que costurar uma camisa dele no abadá da festa pois apesar de ter pago pela camisa não havia a numeração para seu tamanho. 
 
      Gente, quando li isso pensei na hora “EU PRECISO CONVERSAR COM ESSE CARA”! Quantas vezes nós mulheres não deixamos de fazer algo por falta do que vestir e esse rapaz disse algo como “Ok, não tem do meu tamanho?”, “Eu posso fazer melhor!” e foi, e fez! Léo me confidenciou que ele chamou bastante atenção por sua ‘criatividade’, mas não pareceu em nenhum momento constrangido por isso.
Gente, quero deixar aqui um alerta para você que está bem acima do seu peso, se esconder não resolve o problema, o isolamento gera ainda mais problemas então mostre sua cara nas ruas, pode doer no início algumas pessoas podem até te olhar "torto" mas quer saber, você não está no mundo para agradar ninguém!
Falando em roupas adoro os episódios de Quilos Mortais quando o participante já emagreceu uma quantidade relevante de peso e começa a comprar roupas novas, mas a realidade é que, embora ás pessoas tenham engordado mais nos últimos anos e embora hoje em dia o mercado PLUS SIZE seja bem mais divulgado do que a uns 10 anos atrás, ainda é difícil comprar roupas para pessoas obesas.
O mercado não nos atende como deveria, gostem ou não estamos aí e precisamos ser atendidos e bem atendidos, um preço justo, roupas bacanas e não qualquer lençol costurado um no outro. Léo viaja para outra cidade para comprar suas roupas, ele é exigente quanto à qualidade, e como ele mesmo diz: malha boa de preço justo ele só encontra em uma loja que vende a preço de fábrica, sempre que vai, compra em média 5 camisetas.
Nosso amigo tem sorte de encontrar roupas a um preço justo mas se você agora mesmo der uma zapiada no GOOGLE vai perceber que uma blusinha pode custar R$250,00 quando ela vem no modelo PLUS SIZE. Precisamos de um mercado mais realista, o brasileiro não ganha o suficiente para pagar esse valor em uma roupa. Isso não é certo, não é justo!
A cirurgia do Léo: Ele resolveu fazer a cirurgia bariátrica e o método é menos evasivo possível, e escolheu o Bypass Intestinal, método que já foi utilizado por Dedé Santana e Fabiana Karla. Quando perguntei sobre as expectativas para a cirurgia, ele se descreveu da seguinte maneira: “Inseguro, libriano e cagão”. Ri muito ao ouvir isso e me identifiquei demais com a última parte.
Quem nunca teve medo de entrar na "faca" que atire a primeira pedra, o que motiva nosso amigo e guerreiro é pensar em o sentir o gostinho de como é andar de bicicleta com os amigos sem sentir dor, sem ficar irritado por não conseguir fazer coisas simples e sem mudar de humor.
O Léo sabe que um ato cirúrgico só é indicado quando não se tem mais opções, é o último passo. Depois disso não tem mais nada o que fazer, é o que ele mesmo afirma e complementa dizendo “Hoje com 31 anos, tá tranquilo tá favorável como diz o povo de SP. Mas no futuro, poderei vir a ter diabetes, hipertensão e etc. Tudo que não deveria vir”.
Nosso amigo sabe que a obesidade não tem cura, mas pode ser controlada de maneira eficaz com a cirurgia. Para realizar o procedimento, o médico precisa verificar em que altura do intestino será feito o Bypass, mas nem mesmo a cicatriz intimida nosso guerreiro Catarinense do sorriso largo.
E assim finalizo esse artigo, torcendo com muita fé pelo Léo, para que dê tudo certo nessa nova etapa de sua vida, e que esse relato dele sirva de incentivo para você que está lendo e se identificando com essa história, saiba que dá tempo RECOMEÇAR.
                                                                            Cris Ssantos






Uma pequena reflexão...



Um garoto segurava em suas mãos duas maçãs. Seu pai se aproximou e lhe pediu com um belo sorriso: "filho, você poderia dar uma de suas maçãs para o papai?" O menino levanta os olhos para seu pai durante alguns segundos, e morde subitamente uma das maçãs e logo em seguida a outra. O pai sente seu rosto se esfriar e perde o sorriso. Ele tenta não mostrar sua decepção quando seu filho lhe dá uma de suas maçãs mordidas. O pequeno olha para seu pai com um sorriso de anjo e diz: "É essa a mais doce, papai." 

Retarde sempre o seu julgamento sobre as pessoas. Dê aos outros o privilégio de poder se explicar... 
...Mesmo que a ação pareça errada, o motivo pode ser bom!